1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (901.599 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Porque querem proibir a sibutramina ?

Porque querem proibir a sibutramina ?

ANVISA decide liberar a sibutramina apesar das contradições sobre efeitos colaterais, e alguns setores da saúde quererem proibir a sibutramina.

Querem proibir a sibutramina no Brasil após o uso do medicamento ter sido suspendido na Europa e Estados Unidos. Depois de muita polêmica sobre o emagrecedor, a ANVISA decide liberar a medicação após novos testes e análises técnicas.

A investigação continua, porém segundo diretor-presidente da ANVISA, Dirceu Barbano, o relatório apresentado pela área técnica da Entidade mostrou que o controle realizado em torno da sibutramina foi eficaz e que o medicamento pode continuar sendo comercializado com controle anual, para verificar os reais efeitos das substâncias nos pacientes que se tratam com o produto.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Mas porque querem proibir a sibutramina?

Em 2011 iniciou-se a grande polêmica e a decisão inicial da ANVISA foi de proibir a sibutramina, uma vez que o medicamento já havia sido proibido nos  Estados Unidos e outros países da Europa.  Segundo a Entidade a sibutramina teria baixo coeficiente de efetividade de redução de peso e pouca manutenção de perda em longo prazo, e mais o importante é que estudos indicavam um possível aumento no  risco de problemas cardiovasculares, entre todos os seus usuários.

Além disso, a ANVISA acreditava que medicamentos como a sibutramina, bem como de anorexígenos anfepramona, femproporex e mazindol, apresentam graves riscos cardiopulmonares e do sistema nervoso central. Sendo assim, a primeira medida foi a de proteção aos usuários da sibutramina, proibindo a comercialização no mercado brasileiro, mesmo com a implantação de melhorias no processo de controle da venda do medicamento.

Alguns estudos apontaram que, entre os riscos do uso da sibutramina estão o maior risco de problemas cardiovasculares em idosos – grupo que geralmente tem outras doenças, além da obesidade e também o aumento de derrames, porém não fatais. Leia a bula de Sibutramina e saiba mais sobre ela.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Contudo, entre os levantamentos feitos em estudos, nada ainda ficou exatamente comprovado, a proibição da sibutramina continua em investigação e agora a ANVISA, diante das novas análises da sua equipe da área técnica decide permitir a venda da sibutramina no Brasil e não proibir a sibutramina, diante de um controle anual para verificar seus reais efeitos nos usuários de diferentes perfis.

Querem proibir a sibutramina, mas nada ainda ficou comprovado sobre a sua verdadeira reação no organismo. Enquanto isso quem quer perder peso com este remédio inibidor do apetite poderá continuar comprando o produto com a prescrição médica nos estabelecimentos farmacêuticos do Brasil.

Assista a reportagem veiculada na Globo sobre os riscos e a polêmica de proibir a sibutramina ou não:

Recomendados para você:

Comente (será moderado)